sábado, 30 de julho de 2011

Teste de atores para "Tatuagem" de Hilton Lacerda

Apenas confirmando o teste de atores para o longametragem "Tatuagem" de Hilton Lacerda.
Será na próxima sexta feira 05 de agosto às 14:00h e às 18:00h no DECOM/UEPB (Faculdade de Comunicação Social - UEPB)
Quem quiser pode enviar currículo ou portfólio para o endereço tatuagem.elenco@gmail.com

Carlos Mosca
Moinho de Cinema da Paraíba

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Tatuagem de Hilton Lacerda

TATUAGEM

Durante o início da abertura política no Brasil (1978) acompanhamos o romance entre um soldado de dezoito anos e um agitador cultural, dono de um cabaré anarquista. Confrontos e reflexões de uma geração analisados a partir da periferia. A exceção pautando a visão da regra.

Cor/90 min/Brasil
Ficção/35 mm
Diretor: Hilton Lacerda
Produtor: João Vieira Jr.
Roteiro: Hilton Lacerda
Status da Produção: Pré-Produção


O ator pernambucano Irandhir Santos acaba de ser confirmado como protagonista do novo projeto da REC Produtores, o longa Tatuagem, de Hilton Lacerda.
O filme é o primeiro longa de ficção do diretor conterrâneo, e será ambientado na cena teatral de Pernambuco, na década de 1970. As filmagens terão início em novembro, no Recife. Irandhir é a cara da vez no cinema nacional. No currículo filmes como: Viajo porque preciso..., Quincas Berro D´agua, Tropa de Elite 2 e o recém lançado, Febre do Rato, de Cláudio Assis.
Roteirista e diretor, nascido em Recife em 1965, iniciou suas atividades profissionais atuando como assistente de direção e co-roteirista a partir de 1988. Nos anos 90, formou com Helder Aragão a dupla Dolores & Morales, responsável pela direção de vários videoclipes da cena Manguebeat, nova geração de músicos pernambucanos como Mestre Ambrósio, Mundo Livre S/A, Chico Science e Nação Zumbi. Seu destaque maior veio com o roteiro do longa-metragem Baile perfumado (1997), que escreveu junto com Paulo Caldas e Lírio Ferreira. Escreveu o roteiro de outros cineastas como Cláudio Assis, Kiko Goifman, entre outros. O documentário Cartola - música para os olhos (2007), roteirizado e dirigido juntamente com Lírio Ferreira, foi recordista de público no ano de 2006.
 

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Teste de atores para "Tatuagem" de Hilton Lacerda

Olá pessoas

Marcelo Caetano, Dietor Assistente do novo filme de Hilton Lacerda, "Tatuagem", estará em Campina Grande para um teste de elenco com homens e mulheres entre 18 e 25 anos de idade (performáticos, atores, bailarinos, artistas, pessoas talentosas em geral). O teste provavelmente será na quinta ou sexta feira da próxima semana 04 ou 05 de agosto (data a confirmar). Peço que preparem seus portfólios e fiquem atentos (quem quiser pode enviar direto pra Marcelo), assim que ele me confirmar a data repasso a todos.

Valeu!

Carlos Mosca

Moinho de Cinema da Paraíba



Contato de Marcelo para envio de material: tatuagem.elenco@gmail.com

Quinze filmes paraibanos participam das várias mostras do IV Curta Taquary – Festival do audiovisual de Taquaritinga do Norte/PE


Antes do café de Carlos Mosca

Na Mostra Competitiva de Animação foi selecionado A foca do Judeu” de Altiéres Estevam, Diana Silva e Jonatha Medeiros. Na Mostra Competitiva Primeiros Passos, destinada a diretores estreantes, estão as ficções Degradação das almas” de Ismael Moura, “Antoninha” de Laercio Ferreira Filho, “Metafísica” de Eduardo Gomes e “As folhas” de Deleon Souto e os documentários “A identidade da Memória Morta” de Rebecca Cirino, “As voltas do mundo” de Fabrício Santana, “Irmãs” de Gian Orsini e “Travessia" de Kennel Rógis.
Na mostra paralela de documentários estão No ventre da poesia” de Karlla Christine e Carlos Mosca, “O velho do rio” de Leonardo Alves e “Fubo é bom” de José Dhiones”.
Na Mostra Curtas Fantásticos está  Antes do Café” de Carlos Mosca e na Mostra Especial estão Direta” de Marcelo Quixaba e “Raízes do sertão” de Deleon Souto.
Parabéns a todos!

Além das mostras, com o tema “O centro está em toda parte, a periferia em lugar nenhum!” Alexandre Soares realiza, como parte da programação do festival, o I Fórum Nordestino de Realizadores e Mostras de Cinema, no dia 16 de setembro.
Com o objetivo de troca de experiências entre os produtores de festivais nordestinos e diretores de filmes, da criação de um coletivo e de e uma rede de colaboradores para auxiliar na realização desses eventos. Cerca de 30 realizadores dos estados de Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte e Ceará já estão confirmados.

segunda-feira, 25 de julho de 2011

No ventre da poesia - Pré-estréia

   Documentário “No Ventre da Poesia” reverencia berço da poesia de improviso
 
Itapetim parou na noite do dia 16 para ver a estréia de “No Ventre da Poesia”, documentário sobre os poetas da cidade que mantem viva a tradição da poesia oral de improviso. Além do filme, o Espaço cultural Rogaciano Leite acabou palco de um Congresso de Violeiros criado especialmente para o lançamento da película e para homenagear os poetas falecidos. Os vencedores foram Mário Lopes e Fernando Emídio, que cantaram homenageando João Archanjo; e Jotinha Ferreira e Damião Silva que cantaram homenageando Pedro Amorim.
O lançamento entrou para a história cultural de Itapetim, já que um dos retratados no documentário, João Archanjo, morreu pouco depois da gravação do curta. João, além de poeta, era o então vice-prefeito de Itapetim e pai da pesquisadora e diretora de “No Ventre da Poesia”, a antropóloga Karlla Christine.

Entretanto, “No Ventre da Poesia” comove não apenas pela homenagem que acabou póstuma a João Archanjo. A pesquisa elaborada pela antropóloga faz uma viagem no tempo e toca fundo na sensibilidade do sertanejo itapetinense. Antes de mais nada, porque extrai depoimentos espontâneos, inteligentes, surpreendentes e autênticos de quem, à primeira vista, parece que só conhece a roça. Segundo, porque eleva a alma do povo de Itapetim a um patamar literário conhecido por poucos: o da beleza e astúcia da poesia oral de improviso que resiste ao mundo moderno. Difícil não se emocionar com gente tão simples e impregnada da mais bela poesia. Em “No Ventre da Poesia”, a direção, o roteiro, a fotografia e cada enquadramento foram pensados para amolecer a mais resistente pedra de Itapetim.
O documentário, afinal, faz jus a Itapetim. “Pedras soltas” rolam pelo leito do quase sempre seco, porém fértil rio Pajeú, jamais assoreado pela pobreza de espírito e rico o suficiente para alimentar e florescer a mais rústica e graciosa flor do sertão: a poesia que não precisa mais do que uma viola, um coração e uma palavra cantada na raiz da saudade.
“No Ventre da Poesia” tem 15 minutos de duração e nasceu depois de aprovado pelo edital Microprojetos Mais Cultura, do Ministério da Cultura, que contemplou  as cidades do semi-árido brasileiro. A realização tem apoio da Funarte (Fundação Nacional de Arte), BNB (Banco do Nordeste) e INEC (Instituto Nordeste e Cidadania), Prefeitura Municipal de Itapetim e Moinho de Cinema da Paraíba. Filmado em Outubro de 2010, o curta tem roteiro, produção e direção de Karlla Christine e Carlos Mosca; direção de fotografia de Lúcio César; direção de áudio de Guga Rocha; pesquisa de Karlla Christine e edição de Carlos Mosca. “No Ventre da Poesia” está inscrito em três festivais de cinema, entre eles, o Festival de Cinema de Campina Grande - Comunicurtas.

Williams Vicente
84-8801- 6567www.brebote.blogspot.com
msn: williams.vicente@hotmail.com
skype: williams.vicente

terça-feira, 19 de julho de 2011

Nasce mais uma produção cinematográfica no Sertão

 
Filme Antoninha mostra que o sertão pode fazer cinema
Em uma noite memorável, sob uma forte neblina e ao som dos aplausos de uma excelente plateia eclética de crítico cinematográfico a realizadores, curiosos e populares, o tão esperado filme Antoninha, do diretor Laercio Filho, estreou no último sábado encerrando a 2ª Mostra Acauã do Audiovisual Paraibano, realizada no período de 13 a 16 de julho na Fazenda Acauã, município de Aparecida-Paraíba.
Estrelado pela atriz pernabucana radicada em Sousa, Agatha Barbosa, no papel da protagonista e com nomes de peso no cinema paraibano a exemplo de W. Solha, Marcélia Cartaxo e Nanego Lira, Antoninha promete entrar para a lista das grandes produções cinematográficas da Paraíba.
O filme foi roteirizado e dirigido pelo produtor cultural aparecidense Laercio Filho, que contou com patrocínio do Ministério da Cultura através da Lei Ruanet, do Banco do Nordeste, da Funarte e do Governo da Paraíba através da Ação Microprojeto Mais Cultura. As prefeituras dos municípios de Sousa e Aparecida, também apoiaram a produção que é assinada pela Acauã Produções Culturais e pela Pigmento Cinematográfico.
Na ficha técnica, o filme traz grandes profissionais do cinema nordestino, a começar pelo produtor executivo Heleno Bernardo, seguido pelo diretor de fotografia João Carlos Beltrão, diretor de som Gustavo Rocha, diretor de artes Carlos Mosca, edição de Lúcio César e a finalização de Ely Marques. A música que dá nome ao filme é de autoria de Cátia de França, interpretada por ela e Xangai.
As filmagens de Antoninha foram feitas em dezembro do ano passado nas fazendas Acauã e Xique-xique, município de Aparecida. Em cinco dias de intensa produção, envolveu mais de cinquênta profissionais e contou com a participação de moradores locais nas cenas de figuração, momento da chuva, uma das mais belas cenas que encerra o filme.
Antoninha é o quinto trabalho dirigido por Laercio Filho, que iniciou a sua trajetória no audiovisual após ser selecionado na primeira edição do programa Revelando os Brasis do Ministério da Cultura em 2004, o que o levou a produzir o documentário Memória Bendita, no ano seguinte.
Depois dessa experiência, Laercio Filho que já militava no teatro, na música e na literatura, apaixonou-se pelo cinema e de lá pra cá, dirigiu  o documentário “O apóstolo do Sertão” (2008) e as ficções em um minuto “As Trapalhadas de João Teimoso” (2010) e “As Trapalhadas de João Teimoso II” (2011).
Após lançamento na Fazenda Acauã, o filme Antoninha será exibido no próximo dia 30 no Centro Cultural Banco do Nordeste e depois partirá para os festivais tanto no Brasil como no exterior, mostando os valores da cultura sertaneja na telona. 
www.oberadeiro.com.br

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Filme Sertanejo será lançado dia 16 de julho

Neste sábado 16 acontece o lançamento do filme "Antoninha" do diretor Laercio Ferreira Filho, dentro da programação da II Mostra Acauã do Audiovisual Paraibano, de 13 a 16 de julho no Conjunto Histórico da Fazenda Acauã, no município de Aparecida – PB.
O elenco do filme conta com nomes conhecidos do cinema brasileiro, como Marcélia Cartaxo (A Hora da Estrela, Madame Satã) dos atores W. Solha (A Canga, Lua Cambará) e Nanego Lira (Tempo de ira, Depois da Curva). Na equipe técnica estão nomes como João Carlos Beltrão, dirigindo a fotografia, Lúcio César na luz, Carlos Mosca na direção de arte e Guga Rocha no áudio. O filme que foi rodado no mês de dezembro de 2010, no município de Aparecida, Sertão da Paraíba, teve uma produção que envolveu mais de cinqüenta pessoas, sendo a maioria delas moradores da cidade e conta a história de uma fazenda sertaneja em um longo período de seca verde, momento em que o seu proprietário resolve vender as terras e mandar todos os seus moradores embora, provocando assim uma reação da menina Antonina que, num gesto de ousadia, resolve roubar a imagem de São José da casa do coronel para fazer chover, causando atitudes supreendentes ao patrão.
A produção do filme é da Acauã Produções Culturais, ONG da cidade de Aparecida, através do Núcleo de Audiovisual João Carlos Beltrão e da Pigmento Cinematográfico, empresa de cinema de João Pessoa, com patrocínios do Ministério da Cultura através da Lei Ruanet, do Banco do Nordeste e da Ação Microprojetos Mais Cultura da Funarte  e do Governo Federal. 
O filme também poderá ser visto dia 30, no Centro Cultural Banco do Nordeste de Sousa/PB, quando o mesmo voltará a ser exibido dentro da programação do Festival BNB de Cinema.

O trailer, além de fotos e matérias sobre o filme podem ser conferidos no blog www.antoninhaofilme.blogspot.com

domingo, 10 de julho de 2011

I Mostra de Vídeo “Brincantes”

A I Mostra de Vídeo “Brincantes” é uma iniciativa do Coletivo Camaradas em parceria com a Universidade Regional do Cariri – URCA, através da Pró-Reitoria de Extensão – PROEX, Instituto Ecológico e Cultural Martins Filho – IEC e a Secretaria Municipal da Cultura do Crato, tendo como foco vídeos amadores e profissionais sobre cultura popular produzidos nos diversos estados brasileiros;

SECULT-PB, recebe dotações orçamentárias de quase meio milhão

O diário Oficial do Governo do Estado da Paraíba,deste sábado(9), publicou o decreto nº 32.246 de 08 de julho de 2011, que abre crédito suplementar no valor de R$ 471.047,24 (quatrocentos e setenta e um mil, quarenta e sete reais, vinte e sete centavos), para reforço de dotações orçamentárias da Secretaria do Estado da Cultura.
Os recursos foram destinados de acordo com a especificação Natureza Fonte Valor: manutenção de serviços administrativos r$10.920,00;  manutenção do cinema São José e do Teatro Íracles  19.727,24  e  promoção do desenvolvimento cultural do Estado da Paraíba  440.400,00.
 De acordo com o governo as despesas com o crédito suplementar aberto pelo decreto correrão por conta de anulação de dotações orçamentárias, conforme discriminação a seguir: Serviços de informatização R$10.920,00; manutenção do centro cultural de São Francisco, R$ 46.666,66; oficina-escola de revitalização do patrimônio cultural de João Pessoa, r$ 244.000,00 e promoção do desenvolvimento cultural do estado da paraíba R$ 163.460,58 e manutenção da curadoria do artesanato R$ 6.000,00

Fonte: http://www.paraiba.pb.gov.br/2011/07/08/diario-oficial-09-07-2011/